10/11/2018
Método simplificado de cálculo da força de tração*

Artigo publicado por João Batista Dominici*

Para se certificar que um determinado cavalo mecânico tem capacidade para tracionar uma determinada composição, não basta garantir que a potência e CMT sejam adequadas é preciso verificar a relação entre a força trativa disponível e o coeficiente de atrito, característica da superfície, do pavimento onde vai se dar o movimento. Acompanhe os exemplos, abaixo, para entender como se faz:

1. Deslocamento em pavimento asfáltico, piso seco (coeficiente de atrito: 0,8), com inclinação de 5,2%

Figura 1 - calculo da força trativa, considerando alfalto seco e plano:

Figura 2: cálculo da força necessária para vencer a resistência ao rolamento, considerando alfalto seco e inclinação da pista de 5,2%, conforme figura abaixo:

Figura 3 - calculo da força trativa, considerando alfalto molhado e plano:

Figura 4: cálculo da força necessária para vencer a resistência ao rolamento, considerando alfalto molhado e inclinação da pista de 5,2%, conforme figura abaixo:

Fonte: Artigo publicado por João Batista Dominici*
Leia mais: